A Árvore da Vida

Por 3.11.11



Só agora tivemos oportunidade (e vontade) de ver o último filme de Terrence Malick, A Árvore da Vida.  Já não me lembrava de um filme que dividisse tanto as opiniões: muitos gostam, muitos detestam. Por cá, gostámos e muito. Por esta altura já sabiamos que não era um filme fácil de ver, muito pela sua duração, mas também pelo tema - o da fé e da relação dos humanos com Deus, por isso, decidimos vê-lo num daqueles dias em que queremos mesmo ver um filme à séria (e não num daqueles dias que estamos cansados e queremos ver alguma coisa que nos entretenha e não faça pensar muito).

O filme é fantástico. A fotografia e imagens são de uma beleza e detalhe extraordinários. Os actores são muito bons e o tema, tão complexo e sensível, foi abordado de uma maneira que faz todo o sentido: pelo olhar da Natureza e de uma família, sobretudo, de uma das crianças do filme.

Como é que alguém que acredita tanto em Deus, reza todos  os dias e agradece o que tem, cumpre todos os mandamentos e segue todas as regras, pode aceitar a morte de um filho? Como é que uma criança pode aceitar a morte de outra criança? Porque é que Deus não faz nada? Onde é que Ele estava nessa altura? Afinal, se quem é bom recebe coisas más de que vale fazer o bem?

Um filme que é uma reflexão dura e atormetadora, mas que nos deixa com a sensação que a Natureza arranja sempre uma forma de tudo voltar ao seu devido lugar.


4 comentários

  1. me like.
    Por acaso vós não tendes o filme, não?

    ResponderEliminar
  2. oh, por acaso não.. alugamos pela zon (como foi tão adiado para ver no cinema, quisemos ver com boa qualidade).

    ResponderEliminar
  3. ai, às vezes esqueço-me do videoclube da zon! thanks for the reminder:-)

    ResponderEliminar